domingo, 17 de maio de 2015



"É curioso a maneira como me comporto diante das minhas expectativas frustradas. O mundo é tão grande e me sinto tão pequena, frágil, incabível a qualquer lugar que estou ou que eu posso estar. Como se o meu corpo não pertencesse a esse mundo, como se as minhas escolhas não fossem corretas, como se tudo que eu fizesse perdesse o sentido diante de tudo que passou. Mas um dia eu pretendo descobrir, porque o que eu sinto é mais forte do que tudo que eu quero pra mim."

Por Maíra Cintra