segunda-feira, 13 de abril de 2015


"Toda aquela história de que é preciso amar a si mesmo para depois amar alguém é real. O Amor só vem quando temos a grandiosidade de nos descobrirmos , de nos assumirmos integralmente a nós , ao ponto de depois podermos compartilhar o sentimento. Mas ainda é mais que isso. O Amor, intangível, incalculável, insuperável, real e perfeito tem que estar de acordo com aquilo que desejamos e que resolvemos trilhar dali adiante e , para tanto, ele exige certas medidas, certos meios de se ponderar e exige também estar na exata sintonia do outro para que não deixemos a tal da história sem final feliz."