segunda-feira, 13 de abril de 2015

Feliz dia do beijo pra todos nós!





Beijar é simples, não custa nada, nenhum centavo, não dói, não machuca, não requer grande esforço físico, não necessita filosofia, elucubrações, teses ou catequeses. A magia não depende do beijo, mas de quem se beija, a química da pele, do sentimento e do calor do momento.

Há beijos de amor, de amizade, de paixão, de desejo. Beijos que seduzem, beijos que conquistam. Beijos de despedida, que selam uma história ou um recomeço.

O beijo despretensioso no rosto, o respeitoso da testa, o submisso nas mãos, até os beijos mais calorosos recheados de erotização e sentimentos de entrega afetiva e sexual, os demorados, intensos, saborosos, rápidos, ardentes, molhados, secos, lentos, sem língua, com língua, selinho, mordido, com os olhos abertos (que é horrível por sinal!) e até o roubado. O beijo revela o poder do ser humano de se comunicar, transformado na poesia que os poetas sempre enalteceram. Beijando podemos expressar uma gama extensiva de emoções, desde a gentileza e a ternura, passando pela sensualidade, até chegar as profundas sensações eróticas o tal do Tesão.

Feliz dia do beijo pra todos nós!