quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Entre o que você é e o que gostaria de ser.....



“Entre o que você é e o que gostaria de ser; entre o que você é e o que gostaria de parecer; entre o que você quer e o que diz querer; entre o que você quer ser quando crescer e o que você deixou se perder; entre o que você vê e o que não vê; entre o seu olhar e o que suas mãos podem tocar; entre Cianorte e Belém do Pará; entre a Rua da Praia e o Guaíba; entre tudo que vocês vão esquecer e as lembranças que nunca irão se apagar; entre o muito rápido e o quase devagar; entre o desistir e o perseverar; entre o querer e o desejar; entre a repulsa e a vontade; entre o tempo e a idade; entre o futuro e a saudade; entre o esquecido e o perdido; entre este momento e o seguinte, em algum lugar existe um meio termo entre o meio e o termo.

Meio é entre princípio e fim. Termo quer dizer prazo, limite, que é o que você terá agora. Entre a estratégia de casal e o de perto ninguém é normal; entre a sua ousadia e a paciência nossa; entre o que você gostaria e o que você gosta; entre o autor e a obra; entre o desperdício e a sobra; entre construir, difícil, e destruir, fácil,
Entre a triste verdade e a alegre mentira; entre a mulher e a menina... Entre o que cega e o que fascina, nas entrelinhas...

Entre a aparência e o engano; entre o sonho e a ilusão; entre o sim e o não, talvez? Entre a minha e a tua vez; entre o primeiro e o 64º dia; entre amigos que se faz aí e não se faz aqui; entre não ser votada aí e não ser votado aqui; entre o que você fez, o que deixou de fazer e o que nem posso dizer; entre a zona rural e a cidade grande; entre o interior e o exterior; entre o B, o B e o BBB, aqui entre nós...

Entrementes, entretanto, entretendo, entendendo que... Entre vocês três, entre eu e mim e entre nós dois e vocês... entre. A porta está aberta. Ainda que seja a porta de saída, entre, sem bater."

 
Por Pedro Bial