terça-feira, 29 de outubro de 2013


"É com o tempo que percebemos que para sermos felizes não precisamos necessariamente de muitas pessoas, mas sim de pessoas que são "muito".
Muito boas, muito humildes, muito sinceras, muito carinhosas, muito prestativas e principalmente as que nos querem ver "muito" felizes."

 Por Maíra Cintra