quinta-feira, 1 de novembro de 2012




Jesus nos recomendou amar-nos uns aos outros, tal qual ele mesmo nos amou, e perdoar as ofensas, setenta vezes sete vezes, não porque nos considere habilitados para semelhante comportamento, mas porque, se lhe aceitarmos as diretrizes com paciência, ele se tornará mais intimamente associado a nós e, com ele, estaremos fortes e seguros para fazer isso.

Emmanuel - (Mensagem psicografada por Francisco Cândido Xavier. Do livro Monte Acima - Edição GEEM)